Psicoterapia infantil para crianças de 6 a 12 anos.

Atendimento presencial, com sessões semanais de 50 minutos de duração.

 

Para agendamento, entre em contato

Ludoterapia – o brincar terapêutico

A criança chega ao consultório de psicoterapia, geralmente, devido a alguma preocupação que o adulto tem em relação ao seu comportamento e suas reações na convivência com os demais. A princípio sabe-se muito sobre a criança através dos adultos que a acompanham.  Por isso, a participação familiar e as informações trazidas pelos responsáveis da criança no processo terapêutico infantil são muito importantes.

Mas e a criança, como participa e se beneficia da psicoterapia?

A criança tem parâmetros diferenciados do mundo adulto, seja em seu desenvolvimento ou forma de comunicação. A psicoterapia infantil exige a disponibilidade para uma comunicação lúdica, que envolva o mundo de experiências da criança.

O processo terapêutico precisa considerar as peculiaridades das fases de desenvolvimento. A linguagem infantil, preciosa ferramenta da psicoterapia, vai além do que se verbaliza. A criança também se expressa com o corpo, com sonoridade e intensidade. Comunica-se através de sua construção criativa, do faz de conta e da fantasia para representar e elaborar suas vivências.

A Ludoterapia traz ao consultório psicológico as brincadeiras, os bonecos, os objetos, as histórias, cores e possibilidades pela qual a criança pode falar por si mesma, se reconhecer e se relacionar com o mundo de forma mais harmônica. Este espaço oferece a ela liberdade de expressão que muitas vezes o mundo adulto cheio de regras de conduta não permite - ou desapercebe.

O brincar é a ponte de relacionamento entre a criança e psicoterapeuta, é o caminho pela qual a mesma se sentirá acolhida, respeitada e aceita para que possa ressignificar e transformar o que for preciso para seu bem estar.

Erica Viana

Psicóloga - CRP 06/82070